A Casinha Feliz
 



Olá!

Fui alfabetizada por este método maravilhoso, em 1974 (Medianeira-PR).
Cresci, fiz magistério e alfabetizei usando o Casinha Feliz.
Só não tenho minha primeira cartilha, mas guardo comigo a cartilha, o manual do professor, o de textos e o caderno de exercícios do magistério (já bem amarelados). O material didático acabou se perdendo nas minhas mudanças.
Hoje, sou advogada e tenho um filho de 10 anos (sofri com sua alfabetização) e uma filha de 3 anos.
Resolvi não me debater com a alfabetização da menor.
Entretanto, aqui em Curitiba não encontrei nenhuma escola que adote o Método Iracema Meireles.
Como a Internet tem seus encantos e utilidades, encontrei o sítio e fiquei muito feliz. Já fiz meu pedido.
Tenho, todavia, alguns questionamentos. Primeiro, se há escola em Curitiba que utilize o método. Segundo, quais seriam os cuidados que devo tomar para não prejudicar a alfabetização de minha filha se a mantiver na escola em que se encontra (Marista Santa Maria) e aplicar o Método Iracema Meireles em casa, iniciando já (antes da escola).
Devo dizer que a lembrança que tenho do meu primeiro ano de escola é de ter vivido, efetivamente, numa Casinha Feliz, e, sou-lhes muito grata por isto.

--
Sandra Lia Leda Bazzo Barwinski
Água Verde - Curitiba-PR