A Casinha Feliz
 


Eu e A Casinha Feliz, uma história bem legal!

Michelle Magno*

Fui alfabetizada pela A Casinha Feliz. Lembro de algumas coisas marcantes como a vovó, os ajudantes, a bailarina perequeté, a zebra e lembro dos desenhos dos personagens, do jeitinho que eu sabia fazer.. Somente hoje entendo o quanto eles são próximos da realidade das crianças, o quanto são simples.... aprendi a música que as letras fazem quando se misturam com as outras letras... aprendi a ler, escrever, foi tão mágico, muito mesmo, sou uma apaixonada pela leitura, em especial na área de educação.
A Casinha Feliz entrou de novo na minha vida quando vi um e-mail no computador da UNAMA (Universidade da Amazônia), onde trabalho à tarde e à noite, aqui em Belém. O e-mail contava o caso de alguém que havia sido alfabetizada em casa, pela irmã, e foi bem legal quando vi que se tratava da A Casinha Feliz.
Passados alguns meses, fui convidada a realizar um trabalho, em um município do interior – Barcarena - e percebi que precisava urgentemente de um método de alfabetização para capacitar os docentes nesta tarefa de alfabetizar. Na minha cabeça veio logo A Casinha Feliz.
Assim, tenho grande interesse em aprender a alfabetizar e a ensinar a alfabetizar por este método. Penso que isso irá me realizar muito, principalmente quando constato uma realidade de crianças na 2ª e 3ª séries sem saber ler - o que levanta muitas questões sobre as deficiências de nosso sistema educacional.
Já estou fazendo uma primeira leitura do Curso de Formação de Alfabetizadores pelo Método Iracema Meireles – ensino à distância – e estou adorando conhecer A Casinha Feliz do ponto de vista do professor.
...Meu grande problema agora é que estou apertada com meus horários para estudar, pois vou ficar o mês de janeiro ausente de Barcarena -onde trabalho pela manhã - por causa do meu curso de especialização que só acontece no período de férias.
...Conto com a ajuda de vocês e quero dizer novamente que fiquei muito comovida ao reencontrar A Casinha Feliz.


*Michelle Magno, professora, é assessora pedagógica da Ação Social em Barcarena – Pará.